top of page

TENHO MEDO… Vale a pena tentar mais uma vez?


O medo pode se tornar nosso grande inimigo e pode mudar nossa perceção da vida. "O medo está sempre disposto a ver as coisas piores do que são." (Tito Lívio - historiador romano)

 

"O medo é uma emoção chave e fundamental em nosso equilíbrio interior e na nossa sobrevivência. Todo ser humano possui medos em sua vida; os corajosos e os vitoriosos também, mas sabem como gerenciá-los: nada grandioso começa sem um pouco de medo." (Dra. Mariam Rojas Estapé)

 

 Bem, toda essa história é para compartilhar que estive em várias comunidades, mas

em algumas não tive uma experiência agradável ao sair;

Entrei em uma profunda depressão e queria esquecer tudo relacionado à religião, então fui experimentando coisas novas para preencher esse vazio. No momento, eu era feliz, mas depois vinha o sofrimento e um vazio doloroso. Eu dizia ao Senhor: "Se eu estiver vivendo no erro, se estiver indo em direção à perdição, por que você me procura? Por que me deseja? Precisamente porque você está vivendo no erro, quero te levar de volta ao caminho certo; por que você está se perdendo, desejo te encontrar de novo." (Santo Agostinho, sermão 46)

 


Depois de três anos no mundo, o Senhor "tirou-me das sombras tenebrosas e arrancou minhas correntes" (cf. Salmo 106). Novamente senti o chamado e escolhi uma comunidade que conhecia, onde gostava do hábito, do estilo de vida, da liturgia cantada, etc. Inconscientemente, buscava o que eu queria, mas não perguntava a Deus: "Onde você me quer, em qual comunidade?" ... e, claro, depois de 5 anos, de novo, tive que sair, com dor na alma devido a uma injustiça, mas “sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam”. (Romanos 8,28)

 Agora sim, comecei a universidade no curso que gostava, nos tempos livres fazia obras de caridade, ajudava na paróquia, reservava tempo para minha oração, retiros, saía com meus amigos, etc. Mas o vazio dentro de mim era grande, nada o saciava; tinha momentos felizes, mas depois me sentia como peixe fora d'água. E de repente, no Facebook, apareceu uma foto de uma representação medieval de São Francisco de Assis (pelo menos eu achava que era isso), pois nunca tinha visto aquele hábito e a coroa dos frades só em filmes. Não dei importância, mas no dia seguinte apareceu outra foto e entrei para ver do que se tratava. Chamou-me a atenção a alegria e juventude dos irmãos. Encorajei-me a escrever e em poucos dias me responderam. Convidaram-me para um grupo vocacional no WhatsApp, onde aprendi a importância de pedir sinais para ter certeza da Vontade de Deus.

 

Não queria criar ilusões, pois me dizia a mim mesma que, ao compartilhar minha

história de estar em várias comunidades religiosas, me diriam que não, além da minha idade e outras situações... Então, fui transparente e aberta para ouvir o NÃO e não me iludir mais, e ¡¡¡wow!!!... Não tinha experimentado tanta misericórdia por parte da comunidade, não me julgaram, não se escandalizaram, apenas perguntaram: "Você quer fazer a vontade de Deus? Quer ser santa?" Sim. Então, com a graça de Deus e sua boa vontade, você conseguirá. E bem, é uma decisão da qual não me arrependo, pois estão me ensinando a caminhar com humildade, simplicidade e liberdade, para fazer a vontade de Deus.

 

Y você ¿já sabe qual é a vontade de Deus para sua vida?... Santo dia.


Rosemary

70 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page